Glória

Foi numa daquelas tardes,onde o céu solta pigmentos vermelhos sobre você,que um batalhão de homens adentrou o corredor e jogou para dentro do inferno escaldante,um magrelo mais ou menos alto,acanhado e de semblante inofensivo,ele se chamava John Ralph Springer,e ele carregava consigo a minha vida.Ralph trazia nas costas 3 assassinatos,um deles era o da minha esposa,Beth Betterny,em 1958. Desde então passei a procurar justiça,ou camuflar minha sede de vingança com um falso pretexto de justiça,consegui emprego na Prisão Estadual do Colorado,não exatamente no cargo que eu desejava,um total fracasso,o emprego de vigia me aproximaria do mais perto que se pode chegar de Deus e do diabo.
Eu jurei que ele não viveria pouco mais de algumas semanas ali,e mesmo que a alma dele não fosse ceifada por minhas mãos,eu sabia que seria tão dolorosa quanto eu faria,e isso me aliviava,mas eu o substimei e pela primeira vez na vida me surpreendi de verdade,ele não sobreviveu apenas algumas semanas,se não 25 anos.
Algum motivo que eu desconheço me impede de deixar esse martírio,os dias passam,as pessoas mudam,mas algumas coisas continuam intactas,congeladas no tempo,e nem o sol escaldante consegue toca-las.
Houve uma transferência invisivel de valores e sentimentos,e eu ja não me sinto tão capaz de perdoar como antes,não me adepto a essa convivência,mas a suporto o quanto posso,ja não temo mais em olha-lo nos olhos,mas meu coração ainda arde no peito quando eu encontro a fera a pairar livre sobre o sol que um dia,ja foi só meu e de uma alma pequenina e inocente,ja nem sei distinguir o que é ódio ou ressentimento,o que é real ou surreal. Vivo sobe o constante olhar da fera,e a fera vive sobe o constante vigiar do caçador.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Olá, é um prazer ter você por aqui!
Mas por favor, leia o post antes de comentar ok? Comentários que não tiverem nada a ver com o conteúdo da postagem serão excluídos. Isso serve para aqueles "Nossa, adorei o texto".
Não siga para ganhar follow de volta, só seguirei seu blog se eu realmente gostar do conteúdo. Faça o mesmo por aqui.

Um beijo,
Lyn.