continuando...


Febre Febre Febre
Chuva Chuva Chuva
Beijos Beijos Beijos *-*
this is me,today!


Capitulo 2

Passado,presente,passado


'' O Silêncio jogado entre segundos pendurados no ar,vale mais do que mil palavras escritas no longo de uma vida inteira ''

Meu corpo,minha mente,meu coração,nada dissimulava,o ar da atmosfera comprimia minha cabeça,uma perfeita desorganização. As mãos pulsavam num ritmo frenetico,em tese eu sabia o que estava sentindo,mas por fora eu estava assustada,sem saber o que fazer.
- É sua primeira entrevista ? - eu podia ver o quanto ele tentava me acalmar,a mão foi velejando por entre o tracejado da dele,caindo sobre minha perna.
- Sim - eu respondi automaticamente,atônita e fora de mim. Ele estava assustado realmente,mas com cara de quem sabia o que estava fazendo,tomou frente da conversa ou o rabisco dela,sem tirar os olhos dos meus.E pouco a pouco,o tum tum foi se dissolvendo,as mãos foram secando e a respiração foi voltando ao normal,mesmo podendo falar agora,eu ainda sentia os batimentos gelados e assustados do meu coração.
- Na verdade não era bem isso que eu queria,sabe... meu sonho,de moleque mesmo era ser investigador ou policial - eu estava me acostumando ao seu tom de voz,e sem perceber eu estava mostrando wonderland a ele.
- CSI fez isso com você ? As crianças pensam em crimes muito jovens,ô meu Deus - disse ironicamente,ele sorriu tão largo quanto podia.
- Depende... em que sentido você diz isso ? - ele retrucou.
- Naquele em que você protege, é esse o seu caso não é ? - as íris bronzeadas voltaram-se para cima,incendiando com a luz vinda do teto.
- Se eu deixar subentendido... você vai achar que eu sou um criminoso ? - ele me fitou com um olhar sério,que escorria até seus lábios,completamente irónicos.
- Não,provavelmente não - eu sorri no mesmo tracejo dos lábios dele.
Conversamos coisas bobas e sem importância,e sorriamos feito dois bobos,eu estava surpresa por estar tão próxima de um invasor,e não me repudiar por isso,estava surpresa por ter conseguido contato com o mundo exterior,pela primeira vez em 5 anos,havia alguém ali além de mamãe e John,e eu não tinha nenhuma intenção de expulsa-lo do meu mundo.
- Você leva jeito pra isso,mas... - veio cortando meus pensamentos,sorriu e olhou o chão,pouco faltava para que o bronze de seus olhos refletissem em toda a sala,eu estava embebida neles,talvez pela cor adorável,talvez por algo mais.
- Por quê ? - ele se alinhou todo,pronto pra argumentar sobre o não encaixar da profissão em mim,em trajes adolescentes,e gesticulando como um grande Seymor Hersh.-
- Você é uma garota muito inteligente,aparentemente madura...e sim,isso foi um elogio - sorriu - procurando emprego num acampamento como esse ? Alice... isso literalmente não é pra você.
- Então isso é pouco pra mim ?
- Isso não chega nem perto do que você merece - nesse momento eu deveria me inflar,me encher de orgulho,mas não, eu refleti o argumento,e sem encontrar fundamento algum,ri baixo e lhe disse que tinha acabado de ouvir a pior argumentação do século,rimos alto,despreocupados,o riso foi ficando baixo,e os olhos dele vinheram novamente de encontro aos meus.
- Ou talvez você seja extremamente linda pra ficar atrás de uma bancada.

continua :D
e MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUITO obrigado por estarem lendo minhas amorinhas ♥

9 comentários:

  1. Amr, lindo texto. Você escreve bem. Gostei.
    Parabéns.
    Obrigada por visitar o blog!

    ResponderExcluir
  2. Amr, lindo texto. Você escreve bem. Gostei.
    Parabéns.
    Obrigada por visitar o blog!

    ResponderExcluir
  3. Bom, pra comentar nesse aqui, tive q ler o capítulo 1, sua história eetá muito boa, continue surpreendendo...

    Bjs e bom resto de semana pra ti =D
    Vou seguir...

    ResponderExcluir
  4. Eu morri com essa fala dele no final, cheguei a querer gritar porque terminou. Você quer me matar mesmo, né? Continua, quero mais, não vou cansar de pedir isso.

    Eu nem tinha reparado que o que eu escrevi se compara com Love Story *-* Acho que essa música transmite milhões de amores diferentes, é tão incrivel *-* EEEEE eu amei mt quando você me chamou de irmãzinha adotada, awn que linda *o* É muito bom encontrar alguém que pensa como a gente, porque a gente se encontra em outro universo que não é o nosso.

    Love it <3

    ResponderExcluir
  5. Por nada.
    Agora mesmo vou ler as outras partes porque essa estava divina!!!!

    ResponderExcluir
  6. Linds texto. *-* gostei, to seguindo.

    ResponderExcluir
  7. Adorei o texto!
    Tive que ler o capítulo 1 para entender este, mas não me arrependo. Parabéns, comunicação flúida. Continua esforçando-te.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Odorei seu blog e quase todas as suas postagens, porque não li todas. E sobre a história, espero ansiosamente o final. beijos.

    __

    Passa lá ?
    www.menina-normal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. vc escreve bem a lot =)
    e febre? comoassim? hauahuahuahaua
    bjos amoraaaa! =****

    ResponderExcluir

Olá, é um prazer ter você por aqui!
Mas por favor, leia o post antes de comentar ok? Comentários que não tiverem nada a ver com o conteúdo da postagem serão excluídos. Isso serve para aqueles "Nossa, adorei o texto".
Não siga para ganhar follow de volta, só seguirei seu blog se eu realmente gostar do conteúdo. Faça o mesmo por aqui.

Um beijo,
Lyn.